Por Compro Ouro BH Publicado em: 23/set/2019

Por meio de mãos totalmente habilidosas, as joias de coco e ouro são confeccionadas e comercializadas em todo o território nacional. Não por acaso, uma vez que as peças trazem a beleza e a durabilidade do nobre metal juntamente com a naturalidade e rusticidade do coco.

A seguir, você vai descobrir mais curiosidades sobre as joias de coco e ouro, assim como saber como é possível comercializá-las no mercado de joalheria. Confira!

Como as joias de coco e ouro são criadas?

Diferentemente do marfim, o coco tem sido muito utilizado como um fantástico suporte, não somente pela facilidade de corte, mas também pelo entalhe minucioso das peças.

Além da possibilidade de se incrustar filetes, pontos de ouro e pedras preciosas, também é possível encontrar o material facilmente na natureza, o que permite inúmeras variações desde uma simples pintura até peças mais elaboradas.

Como avaliar as joias de coco e ouro?

Ao avaliar as joias de coco e ouro, o recomendado é desconsiderar o peso do coco e verificar o teor do Ouro utilizado. Isso se faz necessário porque algumas peças são fabricadas em ouro baixo (menor que 18K). Isso acontece porque algumas peças fabricadas nesta técnica são bem antigas, quando ainda não existia um padrão de liga. Atualmente as joias nacionais são feitas em Ouro 18K.

Apesar de antigas, essas peças normalmente não possuem valor histórico, apesar de algumas peças poderem ter atrativo para revenda.

O que considerar na hora de vender as peças?

Se você já tem algumas joias feitas em ouro e coco e pretende vendê-las, é importante ir em locais especializados no comércio de Ouro e Joias usadas. Assim sendo, é possível garantir uma avaliação precisa de especialistas treinados para tal fim.

Como é o atendimento nesses locais?

Como já foi dito acima, ao levar as joias de coco e ouro em locais especializados para avaliar e comercializar as peças, o cliente vai ser atendido por um profissional qualificado que fará a avaliação, desde o material utilizado até se há defeitos graves e a possibilidade ou não de revenda.

Com estas informações, o avaliador irá atribuir um valor justo, condizente com o mercado.

Onde conseguir os melhores preços?

A fim de conseguir os melhores preços na hora de vender as joias de coco e ouro, o cliente deve procurar lojas que tenham tradição no que diz respeito a avaliação de peças valiosas. Além disso, é recomendado buscar boas referências junto a outros clientes, assim como se o estabelecimento tem credibilidade no mercado.

Como surgiram as joias de coco e ouro no Brasil?

A arte barroca começou a ser desenvolvida na cidade de Diamantina, no Estado de Minas Gerais, trazida pelas mais diversas culturas dos novos habitantes, especialmente, os negros-escravos.

A partir daí, o fenômeno barroco mineiro ganhou como principal característica a riqueza expressiva que se estendeu para variados campos artísticos, incluindo a arte da ourivesaria.

Logo, novas combinações exóticas de materiais foram sendo testadas, como o coco com o ouro e pedras preciosas, técnica que se tornou comum na região já no século XIX.

Ao longo do texto, você pôde conhecer mais sobre as joias de coco e ouro, assim como aprender como comercializá-las, caso queira vender as peças.

Saber que o Brasil é capaz de produzir joias tão belas a partir de riquezas encontradas em solo tupiniquim, nos faz sentir orgulhosos da nossa terra, não é mesmo?

Entre em contato com a empresa Compro Ouro BH e saiba como vender ouro de maneira segura e correta!


Por Compro Ouro BH Publicado em: 23/set/2019

Receba nossas dicas