10 curiosidades para saber agora sobre o mercado do ouro

O ouro ocupa um espaço privilegiado na relação dos metais influentes há muitos anos. Além de estar presente no comércio e na produção de joias, sua movimentação é um dos indicadores principais da economia. Mas, ainda assim, há diversas curiosidades ocultas sobre o seu valor e o mercado do ouro. 

Você conhece as diferentes classificações do investimento em ouro? Ou, então, como acontece sua comercialização ao redor do mundo? Neste post, nós citamos 10 curiosidades sobre o mercado do ouro que você precisa saber. 

O que você precisa saber sobre o ouro

1) O ouro é um metal extremamente maleável, então precisa ser endurecido através de ligas metálicas para que seja usado na confecção de joias. Geralmente, o cobre ou a prata são os metais mais usados, mas o Ouro pode ser misturado com outras metais como a platina e o paládio.

2) As primeiras minas de ouro datam de aproximadamente 4.000 anos atrás, no Egito. Na época, havia escassez de recursos e os locais de extração eram distantes da água. Os ornamentos confeccionados também contavam com uma grande quantidade de prata em sua composição.

3) O ouro é um dos ativos mais seguros para investimento, principalmente em tempos de crise econômica. Ele tem valor mundial, permitindo que investidores de todo mundo tenham acesso à sua compra.

4) Na maioria das vezes, os investimentos em ouro se dão por aquisição de títulos. Ou seja, o investidor recebe um registro da existência do ouro. 

5) Outra forma de investimento é a compra de ouro físico, classificado como ativo financeiro. Apesar de ser o mesmo material, neste caso a pessoa recebe o ouro em forma de barras. O ouro ativo financeiro só é comercializado por Bancos ou DTVM (Distribuidoras de Tìtulos e Valores de Mercado) e está sujeito a um regime de tributação próprio.

6) O ouro no mercado das joias, ou o que existe dentro das casas das pessoas, é o que chamamos de ouro como mercadoria. Muitas pessoas comercializam o metal nesses formatos para ganhar dinheiro rápido e fácil. Assim, empresas como a Compro Ouro BH fazem esse serviço, levando em conta a cotação do ouro no mercado financeiro.

7) O padrão-ouro foi uma alternativa adotada pelas principais potências mundiais para equilibrar a economia interna. O sistema monetário, que teve início no século XIX, fez com que os países fixassem o valor da moeda diante de uma quantidade de Ouro. Desse modo, o objetivo principal era contornar a inflação e a deflação das nações e ganhar independência das moedas locais. Além disso, garantir um lastro às moedas emitidas.

8) Muitos países, principalmente as potências, usam o ouro como uma reserva para crises financeiras. Assim, como já dissemos, ele é uma alternativa valiosa e segurança em momentos que a economia se torna instável.

9) A maior pepita de ouro em exposição no mundo está no Brasil. A pepita Canaã foi a maior já encontrada no país. Ela pesa impressionantes 60,8Kg (peso bruto) e está em exposição no museu de valores do Banco Central. A Canaã foi descoberta pelo garimpeiro Júlio de Deus Filho, no Garimpo de Malvina em setembro de 1983, Serra Pelada, no estado do Pará. 

10) As medalhas olímpicas de ouro são compostas sobretudo por outros materiais, você sabia? Porém, até 1912 elas eram feitas inteiramente de ouro. 

E então, quantas dessas curiosidades você já conhecia? Se você quer saber mais sobre o mercado do ouro e como ele influencia o cotidiano de todos nós, basta acompanhar o blog da Compro Ouro BH. Nele, sempre trazemos as melhores novidades para te informar.

Leia também sobre as 5 razões para confiar na venda de ouro  se você precisa de dinheiro rápido e fácil!