A Cotação do Ouro – Entenda como funciona

Muitas pessoas costumam se perguntar qual é o preço do ouro. Quando falamos na compra e venda desse metal, entretanto, o adequado é indagar qual é a cotação. Isso porque o valor do grama do ouro é variável e pode, em um único dia, apresentar diferentes valores, ainda mais em um cenário financeiro conturbado como o que passamos atualmente.

cotacao dolar ouro preco

Ao mesmo tempo, é interessante saber conceitos importantes que envolvem o assunto, como o que é certificado de ouro e quais são as melhores formas de investimento seguro.

Por isso, que tal aproveitar a oportunidade para compreender como funciona a cotação do ouro, além de obter outras informações sobre o tema? Continue a leitura e confira nossas dicas para você!

Como é feita a cotação do ouro?

A cotação depende do valor do commodity na bolsa de valores de Nova Iorque e do valor do dólar em nosso país. Assim, para saber o valor da cotação aqui no Brasil, é preciso pegar o valor do ouro na bolsa de Nova Iorque, que é dado em uma unidade de medida conhecida como onça troy.

Cada onça troy equivale a 31,1 gramas. Assim, deve-se pegar o valor e dividi-lo por essa medida, ou seja, por 31,1. Em seguida, é preciso multiplicar o resultado pelo valor do dólar. Após a operação, você terá o preço equivalente naquele momento no Brasil.

Ao mesmo tempo, não se pode esquecer que esse preço de cotação equivale ao ativo financeiro, que é diferente da cotação correspondente ao ouro mercadoria (aquele utilizado, por exemplo, por lojas que comercializam joias). Vale lembrar também que esse ouro sempre é o 24K, ou seja, tem 99,9% de pureza.

Ainda tem dúvidas sobre como fazer essa cotação? Vejamos no exemplo a seguir:

Suponha que o valor de cotação do ouro em Nova Iorque seja de mil dólares a onça. Como uma onça troy tem 31,1 gramas, deve-se dividir o valor de mil dólares por 31,1 — o que dá cerca de 32 dólares e 15 cents. Para finalizar, esse valor deve ser multiplicado pela cotação corrente do dólar.

Qual é a influência do dólar no valor do ouro?

No Brasil, a cotação do dólar e do ouro andam de mãos dadas, já que, como visto acima, para determinar a cotação desse metal precisa-se fazer a relação com a moeda americana. Seguindo o exemplo anterior, suponha que o dólar esteja cotado em cinco reais.

Basta, então, multiplicar 32,15 por 5 para se ter o valor de cotação do grama do ouro 24 quilates no Brasil. Consequentemente, o valor do ouro seria de R$160,75. Essa relação intrínseca e direta entre os dois valores é o que explica as altas variações na cotação do ouro no país.

Se a moeda americana tem uma alta repentina e o preço do ouro se mantém estável em Nova Iorque, por exemplo, teremos, ainda assim, uma alta aqui no Brasil, que é impulsionada pela desvalorização do real frente ao dólar. Por conta de fatores como esse que, muitas vezes, não se consegue dizer com precisão o valor exato da cotação, já que ela pode estar em constante mudança.

Investir em ouro é uma boa ideia?

Agora que você já entendeu como é feita a cotação do ouro, que tal aproveitar a oportunidade para avaliar se vale a pena investir no metal? Para responder a essa pergunta, basta lembrar que ele é considerado um investimento seguro em todo o mundo.

Por isso, o ideal é fazê-lo, principalmente, durante momentos de crise no mercado financeiro. Assim você pode proteger o seu capital contra flutuações na economia e aumentar a diversificação de seus investimentos.

Formas de investimento

Uma forma de investimento é comprar barras de ouro em instituições autorizadas pelo Banco Central. Outra opção é comprar Contratos Futuros na Bolsa de Valores relacionados ao ouro, em que se estabelece, na data do acordo, a cotação dele para uma data posterior — é uma boa alternativa para quem quer investir a médio e longo prazo.

Uma terceira alternativa são os fundos de investimento, que oferecem maior liquidez e proteção de carteira. A escolha vai depender do momento e do capital disponível pelo investidor.

Certificado de ouro

O interesse em investir em ouro surgiu em você? Um conceito básico a ser apreendido é o de certificado de ouro, que é um comprovante que atesta a quantidade do metal que a pessoa tem sem que ela precise ter a barra de ouro em mãos.

Assim, quem optar pela compra pode deixar o material protegido em um Banco e comprovar a posse por meio do certificado. Além de garantir a quantidade, o atestado também assegura a genuinidade do metal, o que deixa as transações comerciais mais seguras e confiáveis.

Assim, uma pessoa física ou jurídica pode se cadastrar em uma corretora, fazer um contrato que se adéque a suas pretensões e condições e fazer o investimento nessa que é considerada uma das formas mais criteriosa de proteger seu dinheiro.

É importante também lembrar que, ao fazer esse tipo de contrato, é necessário pagar uma taxa de custódia — valor cobrado pela Bolsa e calculado com base no maior valor do ouro no dia, somado à taxa de 0,07% .

Como vimos, investir em ouro é uma maneira segura de cuidar do patrimônio, mesmo em tempos de crise. Para fazer isso de forma consciente, é preciso estar atento a alguns conceitos, como o de cotação do ouro.

Além disso, vale a pena pensar na maneira como o dólar influencia a cotação no Brasil e quais são as formas possíveis de se investir. Conhecendo esse universo e compreendendo como comprar barras de ouro autenticadas fica mais fácil aproveitar a oportunidade e melhorar as formas investimento do seu capital.

Não perca a oportunidade de saber ainda mais sobre o tema: entre em contato com a Compro Ouro BH. Vamos ajudar você a dominar o assunto, principalmente quando o tema for a avaliação justa de joias de ouro disponíveis para compra de maneira.