Como aumentar o teor do Ouro?

Ao falar de ouro, logo as pessoas associam a palavra ao dinheiro e à riqueza. Não por acaso, uma vez que o nobre metal é conhecido pelo extraordinário brilho amarelado e contém alto valor agregado.

Entretanto, o ouro puro não pode ser utilizado para a fabricação de joias, pois é extremamente maleável. Sendo assim, é necessário que haja a junção de ligas de outros metais, a fim de que a peça se torne mais firme.

A seguir, você vai entender qual a diferença de ouro baixo para 18K e como é feito o processo! Vamos lá?

Adorno egípcio feito em ouro

No Antigo Egito (3.000 anos a.C.), o ouro já era reconhecido pelo seu valor, o que o tornou muito utilizado pelos faraós egípcios. Nessa época, as joias eram confeccionadas por poucos artesãos, sendo que não existia a tecnologia que existe hoje.

Atualmente, os ourives possuem balanças de precisão, parquímetros digitais, entre outros equipamentos que auxiliam na fabricação de lindas peças.

mascara-tutancamon-ouro

Aliança em ouro 18K

Em virtude da evolução da joalheria, foi convencionada a criação de ligas específicas para a construção de joias feitas em ouro. No Brasil, temos como padrão o ouro 18 K, também conhecido como 750 — 75% de ouro e 25% de liga metálica. Em vista disso, a maioria das alianças de casamento é feita com ouro 750.

ouro-18k-750-compramos-e-vendemos

Ouro 14K

Nos Estados Unidos é muito utilizado o ouro 14K, cujo teor é obtido ao acrescentar liga no ouro puro. Logo, quanto maior a quantidade de liga, mais baixo vai ser o teor do ouro.

E se for necessário subir o teor do ouro? Para que isso aconteça, basta que o indivíduo peça ao ourives para que ele reverta o processo. Por exemplo, uma joia de ouro 14K pode se transformar em uma peça de 18K, bastando acrescentar ouro puro (24K).

anel-em-ouro-14k

Barras de ouro com 999.9% de pureza

As barras de ouro são montadas com ouro puro, também conhecido como ouro fino ou 999,9%. Neste estado, o metal amarelo é bastante maleável e por esse motivo, o ouro 24K não é recomendado para a fabricação de joias!

ouro-puro-fino-9999

Abaixo, segue uma tabela que possibilita verificar quanto de ouro puro é necessário para “subir” o teor de determinada liga. Basta acrescentar a porcentagem especificada sobre a quantidade de ouro ligado que você tem.

Suponhamos que temos 10 gramas de ouro 14k e queremos transformá-lo em ouro 18K. Precisaremos acrescentar 66,8% de ouro puro à liga de ouro 14K. Neste caso, colocaremos então 6,68g de ouro puro. Confira o exemplo para facilitar o entendimento:

  • 12K para 18K — 100,00%;
  • 12K para 22K — 149,60%;
  • 14K para 18K — 66,80%;
  • 14K para 22K — 400,00%;
  • 16K para 18K — 33,60%;
  • 16K para 22K — 297,60%;
  • 18K para 22K — 197,70%.

O termo quilate

O termo quilate, simbolizado pela letra K, corresponde à medida de pureza do ouro, sendo que o padrão é dividido em 24 partes iguais. O ouro puro ou fino é considerado 24K, pois corresponde a 24 partes de ouro.

Entretanto, por ser muito frágil, ele pode facilmente ser amassado ou mesmo dobrado. Então, o metal é combinado com outras ligas metálicas com o propósito de garantir mais durabilidade e brilho aos adereços.

Como exemplo, posso citar que o ouro 18K é composto por 18 partes iguais de ouro e 6 partes de liga. Já o ouro 14K é composto por 14 partes de ouro e 10 de outro metal. Cobre, níquel, zinco, paládio e a prata são os metais mais utilizados junto com o ouro.

As ligas metálicas são escolhidas conforme a qualidade que se deseja atingir, pois vão determinar características como resistência, coloração e brilho do ouro utilizado.

Quilates nas joalherias

O ouro 18K tem sido o mais usado na confecção de joias, sendo que no Brasil e em outros países é o padrão mais aceito pelo mercado. Apesar de serem mais frágeis, existem joias feitas com ouro 24K (China) e 22K (Índia). Também há peças feitas com ouro de menor pureza, como o de 14K.

Desse modo, é possível dizer que:

    • 24K corresponde a 100% ouro. Não é recomendado para joias, porque é bastante frágil;
    • 18K corresponde a 75% ouro. Ideal para confeccionar joias refinadas, inclusive com pedras preciosas.
  • 14K corresponde a 58,3% ouro. Indicado para joalheria de menor qualidade;

É muito importante destacar que as purezas inferiores a 18K não são aceitáveis no mercado de joias aqui no Brasil atualmente. Sendo assim, ouro com teor menor ao 18K recebe a denominação de “ouro baixo”.

Apesar do atual padrão de joias no Brasil ser o o teor 18K (750), peças antigas normalmente apresentam teor mais baixo.

Em alguns casos a própria coloração do Ouro já indica esse teor um pouco menor, uma vez que estas peças, normalmente, possuem um coloração um pouco mais avermelhada pela maior quantidade de cobre aplicada a liga.

Acontece que há alguns anos atrás, como já dissemos, os ourives não possuíam equipamentos de precisão que permitissem verificar a pureza do ouro, da prata e do cobre empregado na fabricação da peça. A falta de uma balança de precisão, também dificultava o processo pois a pesagem destes componentes nem sempre era exata.

Aqui, você pôde aprender mais sobre qual a diferença entre ouro baixo, ouro 18K e ouro 24k. Desse modo, espero tê-lo ajudado a reconhecer o quão importante é o trabalho do avaliador de joias. Portanto, procure por empresas que tenham tradição no mercado na hora em que for vender ou comprar joias de ouro que prezem pela qualidade e segurança!

Se gostou do artigo sobre a diferença de ouro baixo para 18K, compartilhe agora mesmo em suas redes sociais para que mais pessoas possam entender sobre o assunto!

.