Diferença entre folheado e banhado a ouro: entenda!

Apostamos que você também já teve essa dúvida: qual é a real diferença entre um produto folheado e banhado a ouro? Apesar de parecerem idênticos, esses dois tipos de acabamentos são diferentes em sua fabricação. Tudo depende do modo e da quantidade de ouro utilizado no processo.

Quando olhamos para aquele brinco, que pensamos ser inteiramente de ouro, isso pode não ser verdade. O caso pode ser o de uma peça folheada ou banhada, você sabia? Por esse motivo, e para compreender as diferenças entre ambos, vamos apontar algumas essenciais.

Para que você entenda de uma vez por todas qual é a diferença entre o folheado e banhado, continue acompanhando!

As joias de ouro

As joias de ouro passam por inúmeros processos em sua fabricação. Como o ouro é um material maciço e pesado, ligas de ouro o tornam mais leve, sendo possível moldá-lo em formato de joia.

Existem diversos teores do ouro, e a fabricação de cada peça varia de acordo com o grau de pureza do metal; veja mais sobre os tipos de ouro em nosso outro post. Enfim, você apenas  precisa saber que uma joia cuja base é o próprio ouro passa por processos diferentes daqueles em peças banhadas ou folheadas. Alguns deles são a fundição, laminação ou moldagem manual das peças.

Dessa forma, quem tem uma joia de ouro tem a certeza de que ela será muito mais bonita e resistente, ou seja, terá uma durabilidade muito superior. Além de poder passá-la de geração em geração, a joia de ouro tem liquidez e sempre poderá ser vendida ou trocada em empresas especializadas..

Folheado a ouro

O processo de folhear ouro é mais antigo, e é muito famoso principalmente na indústria de relógios suíços de alta qualidade. Consiste em aplicar uma “folha” de ouro fina sobre a superfície da peça. Então, é mais complicado aplicar essa folha sobre uma superfície irregular, como em joias abauladas. Hoje, não se utiliza muito o folheado porque as novas técnicas de banho (galvanoplastia) substituíram esse tipo de processo.

A joia folheada a ouro geralmente apresenta aparência idêntica à de ouro comum. Porém, ao contrário da fabricação de uma joia de ouro, a folheada passa por um processo em que recebe uma fina camada do metal. Assim, folhear uma peça de ouro significa aplicar o material e realizar uma forte compressão, para que a folha fique aderida ao objeto.

Nesses casos, o material base da joia (geralmente latão) recebe um “banho” mais fino de ouro, mais superficial. Porém, essas diferenças de fabricação e composição de uma peça folheada não implicam que sua aparência seja inferior. O custo-benefício muitas vezes sai mais em conta, apesar de a qualidade e durabilidade não serem as mesmas.

Banhado a ouro

Aqui, também podemos dizer que a aparência da peça também é idêntica à da joia de ouro. Na verdade, o banho de ouro é mais moderno que o processo de folhear! Esse processo consiste, basicamente, em mergulhar a peça base (que pode ser composta por latão ou outro material) em um solução composta por sais e ouro.

Esse procedimento se chama galvanoplastia, e o tempo de imersão da peça é que determinará quão espessa será a camada de ouro aplicada. Sendo assim, um banho mais espesso terá custo mais alto pois a quantidade de ouro depositada na peça será maior. Assim, a durabilidade das peças tende a aumentar, mas ainda não se iguala à do ouro. De qualquer maneira, é uma ótima opção para quem procura por algo mais bem trabalhado, e com preço que caiba no orçamento.

Ambos os processos oferecem resultados positivos, quando a fabricação é realizada de maneira correta, mas nunca terão .

Em outro post, falamos também sobre a diferença entre joia e semijoia. Assim, dê aquela conferida! Não se esqueça de continuar acompanhando o nosso blog para mais conteúdos sobre ouro e outras curiosidades. Até a próxima!