O que foi o padrão-ouro? Confira como funciona esse sistema monetário

Sinônimo de porto seguro para muitos, o ouro revive seu momento de glória no mercado financeiro. Por causa disso, aumentou o interesse das pessoas em compreender informações relacionadas ao tema. Afinal, elas podem ajudar na aplicação consciente deste tipo de investimento.

Pensando nisso, preparei para você o post abaixo, no qual explicarei um pouco de história sobre o tópico, o que foi o padrão-ouro e outras formas de proteção financeira. Gostou da ideia? Continue, então, a leitura e confira as dicas!

Qual é a história do ouro?

A raridade desse metal precioso sempre o privilegiou como meio de troca com valor econômico para muitas civilizações. Adicionalmente, outras características do ouro eram — e são — vistas como positivas, a exemplo de sua alta maleabilidade, resistência à corrosão, beleza e brilho.

Em algumas culturas, também havia uma relação mística com o material. Os sacerdotes da Babilônia, por exemplo, acreditavam na relação do elemento com o sol. Entretanto, foi na atual região da Turquia que se apostou na transformação do ouro em moeda pela primeira vez.

Isso se deu por volta do ano 560 antes de Cristo. Esse foi o pontapé para que o ouro fosse conquistando espaço central nas negociações econômicas.

O que foi o padrão-ouro?

Antes da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), o valor da moeda de cada país era determinado por sua reserva de ouro. Essa característica principal era o que determinava o chamado padrão-ouro.

Assim, em função da reserva da nação, um dólar correspondia a 1/20 de uma onça de ouro, por exemplo, enquanto a libra-esterlina correspondia a 1/4. Credita-se a esse sistema a expansão econômica desse período, caracterizado pelo intenso comércio entre nações e pela estabilidade econômica.

Entretanto, com o início do primeiro conflito mundial, os países passaram a emitir moeda, independentemente do padrão-ouro, a fim de viabilizar os custos da guerra. Assim, o sistema perdeu força e foi abandonado.

Por que vale a pena investir em ouro ainda nos dias de hoje?

Apesar de o padrão ouro não existir mais, o ouro ainda tem um papel importante no mercado financeiro, daí a vantagem de investir nesse tipo de empreendimento. A ideia deve ser considerada principalmente porque, mesmo com a insegurança comercial percebida nos últimos meses, essa continua sendo uma fonte segura de investimento.

Como reflexo, vários investidores têm migrado para o ouro como porto seguro. O metal amarelo voltou a ser considerado uma excelente opção em momentos de turbulência econômica mundial.

Como visto, a importância do ouro na economia remete a muitos séculos. Com o uso do padrão-ouro, grandes civilizações alcançaram estabilidade e benefícios em trocas comerciais por um bom tempo.

Hoje em dia, o metal ainda é importante não só pela possibilidade de trazer proteção financeira, como também pela possibilidade de revenda. A liquidez do ouro somada ao seu valor de mercado pode garantir a estabilidade familiar mesmo em tempos de crise.

Gostou das informações? Deixe um comentário neste post e conte qual é sua opinião sobre o tema!