Papai Noel – Conheça a história do bom Velinho

O Papai Noel sempre foi a figura que melhor simboliza o Natal.

Cercado de mistérios, quase toda criança espera pelo Papai Noel na noite de 24 de Dezembro para que ele traga os presentes de Natal. Na verdade os baixinhos querem vê-lo mas em razão de seus poderes mágicos, ele sempre os faz dormir para só então entrar sorrateiramente e deixar os presentes.

Muitos sabem destas histórias, mas você conhece a origem do Papai Noel?

O nome Papai Noel surgiu em razão da língua Francesa. A palafra “Noël” em Frances significa Natal.

Já a pessoa do Papai Noel seria oriunda de São Nicolau. Dizem que Nicolau ajudava anonimamente pessoas menos favorecidas e para se manter no anonimato, jogava saquinhos com Moedas de Ouro pelas chaminés das casas. Daí surgiu a lenda do Papai Noel entrar pela chaminé e trazer os presentes em um saco.

Mas São Nicolau não se vestia de vermelho. Então de onde teria surgido a figura atual do Papai Noel?

Várias pessoas descreviam como seria o Papai Noel, mas foram ações de marketing que determinaram o visual atual.

Em 1915 uma empresa havia criado o Papai Noel em vestes vermelhas; ele já usou vestes verdes; com o objetivo de vender água mineral. A campanha foi um sucesso mas foi em 1931 que a figura do bom velhinho vestido de vermelho se tornou inabalável. Uma campanha da Coca-Cola vestiria o Papai Noel de vermelho pelos próximos anos.

Pela sua importância várias homenagens são feitas à figura do bom velhinho. Por este motivo uma Joalheria Japonesa, à alguns anos atrás, confeccionou uma estátua do Papai Noel em Ouro Maciço.

Papai_Noel_Ouro_Macico

Estátua do Papai Noel feita em Ouro Maciço.

O Papai Noel em Ouro pesa 20kg, mede 41 cm X 24 cm X 25 cm e está avaliado em mais de 4 milhões. O cinto dele é ornamentado com 1,7ct (quilates) de Diamantes e o saco dos presentes é construído em fios de Ouro Puro de 90 microns.

Uma obra de arte em homenagem ao Papai Noel.

Mas a grande pergunta que sempre é feita, o Papai Noel existe ou não existe?

A resposta está quando vemos os olhos de uma criança brilhando a espera da sua chegada. Ele existe sim, nos corações daqueles que ainda acreditam na magia do Natal.